Hotéis no Brooklyn: 15 dicas de hospedagem

hoteis no brooklyn

A quantidade de novos hotéis no Brooklyn, em Nova York, é impressionante.

Não é por menos. O bairro, que foi muito violento até o final dos anos 1980, passou por uma revitalização completa e, de alguns anos para cá, se tornou um dos lugares mais procurados para hospedar turistas. 

Particularmente, gosto muito desta região. É bem mais calma que Manhattan e também tem várias opções de bares e restaurantes.

Além disso, conta com diversas estações de metrô, que levam para qualquer canto da Big Apple em poucos minutos.

Leia também: mapa dos bairros de Nova York


Hotéis no Brooklyn


Encontrar hotéis baratos no Brooklyn já foi uma tarefa mais fácil. Isso porque o aumento do interesse por parte dos turistas inflacionou um pouco as diárias.

Mesmo assim, as acomodações do bairro continuam oferecendo valores bastante acessíveis, além de atrativos como café da manhã grátis – algo bem difícil em Nova York.

Nesse post, selecionei 15 hotéis com excelente custo-benefício para ficar no Brooklyn, com fácil acesso ao metrô e a menos de 15 minutos das principais atrações. 

Tudo isso sem precisar pagar uma fortuna e sem as taxas de serviços extras, que são muito comuns nos hotéis da Times Square e arredores.

Leia também: guia de hospedagem em Nova York

Na minha lista adotei os seguintes critérios:

  • Hotéis que conheço na região;
  • Classificação de 3 a 5 estrelas;
  • Opção de cancelamento gratuito pelo Booking.com;
  • Diárias de aproximadamente US$ 100 a US$ 600 dólares;
  • 1 quarto para 2 adultos;
  • Fácil acesso e localização próxima ao metrô;
  • Segurança e conforto;
  • Forte presença de comércio local.

No blog tenho um post com dicas e explicações de como funciona o site de reservas de hotéis Booking.com.

Vale a pena destacar que todos os hotéis da lista ficam em regiões tranquilas e seguras para os viajantes.

Para você entender melhor o distrito, o dividi em duas partes:

  • Brooklyn Heights, Downtown e DUMBO: bairros do centro;
  • Williamsburg: bairro localizado ao norte do Brooklyn.

Vamos às indicações!


Hotéis em Brooklyn Heights / Downtown / DUMBO


A menos de cinco minutos de Manhattan (de metrô), a região central do Brooklyn é uma das mais nobres de Nova York.

É lá que os viajantes conseguem conferir a famosa Brooklyn Bridge de perto. Sem contar que ela fica próxima ao transporte público e tem valores de hospedagem amigáveis. 

Veja alguns hotéis legais nesta parte do Brooklyn. 


Hotéis em Williamsburg


Williamsburg, na parte norte do Brooklyn, é um dos lugares mais agitados da Big Apple. Há anos, a região deixou de ser uma área com grandes galpões abandonados e residências antigas e se tornou um point do público mais jovem. 

Com uma atmosfera descolada e descontraída, o distrito abriga hotéis ideais para quem gosta de passeios culturais e de curtir a vida noturna. E tudo isso, longe da muvuca da Times Square. 

Williamsburg sofre muito com a especulação imobiliária e o aumento de preços, já que tem uma localização privilegiada, a menos de 15 minutos de Manhattan.

Por isso, apesar de serem menos tradicionais, os hotéis do local não são mais baratos do que os de outras partes do Brooklyn. 

Onde ficar em Williamsburg:


O Brooklyn é perigoso?


Como já falei no início do post, a fama de lugar violento do Brooklyn ficou totalmente no passado, principalmente quando falamos dos distritos populares entre os viajantes. 

O cenário mudou muito nos últimos 20 anos, com a revitalização do bairro.

A partir daí, novos moradores e grandes empresas se instalaram por lá.

As construtoras também se interessaram pela região vizinha de Manhattam e desenvolveram empreendimentos imobiliários – só que isso acabou aumentando o custo de vida local. 


O que fazer no Brooklyn


O Brooklyn é lar de muitas atrações incríveis. Por isso, mesmo se você não estiver hospedado por lá, vale a pena incluir o bairro no seu roteiro. Abaixo, veja alguns dos pontos turísticos mais legais.

O que fazer no Brooklyn:


Guia de Bairros de Nova York


O Dicas Nova York tem um e-book com mais de 200 páginas com todas as informações que você precisa para conhecer melhor a cidade.

No e-book você encontrará:

– Dicas testadas e aprovadas nos 5 distritos da Big Apple;

– Panorama geral sobre os principais bairros;

– Listas do que fazer em Nova York, onde comer e onde ficar;

– Como utilizar o metrô;

– Uso do Google Maps na locomoção diária;

– Cupons de descontos para economizar.

Clique aqui para adquirir o Guia de Bairros de Nova York

O Guia de Bairros de Nova York é sempre atualizado e totalmente interativo, para navegação em qualquer celular, tablet ou computador.

Compartilhe

Fábio Angheben é jornalista e criador do Dicas Nova York. Apaixonado pela Big Apple, estuda muito e conhece em detalhes todas as ruas, histórias dos prédios, atrações e sonha um dia experimentar todos os hambúrgueres da cidade. Vive e respira Nova York todos os dias. Por isso, conta suas experiências no blog com muito carinho e atenção nos detalhes para a todos. Seu olhar ainda é de turista (talvez nunca perca isso) e adora trocar ideia sobre as experiências vividas em Nova York.

4 Comments

  • Responder janeiro 12, 2019

    Juliana Pavesi

    Olá. Vamos para Nova York em abril, com reserva no Quality Inn near Sunset Park. Já li sobre as referências do hotel, mas não consigo informações sobre segurança. O Brooklyn na região mais industrial ainda é perigoso? O metrô fica a 5min de caminhada…

    • Responder janeiro 14, 2019

      Fabio Angheben

      Olá Juliana, tudo bem?

      A região do Sunset Park já foi bem “barra pesada” uns anos atrás. Hoje ainda tem alguns galpões abandonados, prédios em construção, mas não é perigoso como antigamente.

      Recomendo apenas atenção normal ao caminhar sozinha a noite, porque não é uma área turística e menos movimentada que outras da cidade.

      Obrigado.

  • Responder fevereiro 17, 2018

    Augusto

    Irei viajar em setembro, a diferença ficou muito pequena e alguns hotéis mais caros que em Manhattan

    • Responder fevereiro 18, 2018

      Fabio Angheben

      Olá Augusto, tudo bem?

      Dependendo do hotel o preço pode ser semelhante, porém tem que levar em consideração que os hotéis do Brooklyn não tem a chamada “taxa de resort” que muitos hotéis em Manhattan cobram por dia, que chega a ser até US$ 35 dólares.

      Se você encontrar uma diária mais barata em Manhattan, pela localização e comodidade é melhor mesmo. 🙂

      Obrigado.

Leave a Reply