Ícone Botão
Ingressos
Pular para o conteúdo
Compras e Dicas & Atrações

Black Friday em Nova York ainda vale a pena?

black friday em nova york
Imagem do autor
por Fabio Angheben

A Black Friday em Nova York é uma data que costuma atrair bastante gente nas lojas de rua e nos outlets, por conta das promoções oferecidas pelas grandes empresas e marcas.

Inclusive, tem muito turista que viaja para a Big Apple, nessa época, só para aproveitar os preços mais baixos e economizar nas compras.

Mas será que a Black Friday em Nova York vale mesmo a pena?

Leia também: desfile de Ação de Graças em Nova York

 


História da Black Friday nos EUA


wall street

O termo Black Friday é bastante antigo. Mas uma curiosidade: nem sempre ele foi usado para se referir ao famoso dia de ofertas, realizado todos os anos no mês de novembro.

Na verdade, um de seus primeiros registros data de 1869, quando dois investidores de Wall Street compraram grandes quantidades de ouro dos Estados Unidos, com o objetivo de vender depois por preços mais altos.

Só que, para tristeza deles, em setembro daquele mesmo ano, em uma sexta-feira, o mercado de ouro quebrou. Essa situação negativa para o mercado financeiro foi chamada de black friday (sexta-feira negra).

Também na década de 1960, policiais da cidade de Filadélfia adotaram o termo para se referir à sexta-feira após o Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day).

Isso porque um jogo de futebol americano entre o time do exército e o da marinha, que acontecia no sábado, levava muita gente para cidade e enchia os oficiais de trabalho já na véspera.

Com todo esse movimento, os comerciantes aproveitavam para realizar promoções e atrair os clientes. A partir daí o termo começou a ser usado da forma como o conhecemos hoje, mas só ganhou força mesmo na década de 1980.

 


Como funciona a Black Friday em Nova York


black friday em nova york

A Black Friday acontece na última sexta-feira do mês de novembro, logo após o Dia de Ação de Graças.

Apesar de ainda atrair muitos consumidores e ser um dia de grande expectativa para o comércio, a data já não tem o mesmo apelo de alguns anos atrás, principalmente na cidade de Nova York.

Ao longo do tempo, a sexta-feira após o Thanksgiving perdeu o status de ter preços muito mais baratos – principalmente, com o crescimento do e-commerce.

Sem contar que em Nova York a data comercial não tem tanta tradição quanto nas cidades menores dos Estados Unidos. Por aqui, a maioria das lojas começa a fazer a sua queima de estoque já no início da semana do Dia de Ação de Graças e estende por mais alguns dias. Sem grandes loucuras ou multidões na porta.

Além disso, como o nova-iorquino não gosta de perder tempo e enfrentar filas, ele usa mais a internet e espera a Cyber Monday (segunda-feira cibernética), data que promove as vendas online, para fazer suas compras, realizada alguns dias depois da Black Friday.

Mas, ainda assim, algumas lojas tradicionais se preparam para a Black Friday em Nova York. Caso da Macy’s, que têm a tradição de abrir suas portas ainda na noite do Thanksgiving para oferecer descontos para os clientes.

Já os outlets de Nova York têm estratégias distintas, mas sempre com ótimas promoções. Porém, como ficam lotados, as peças costumam acabar bem rápido.

No caso do outlet Jersey Gardens, antes da pandemia ele costumava abrir na madrugada de quinta para sexta-feira para compras da Black Friday. Para este ano, ainda não foi divulgado qual será o esquema para a data.

Já o outlet Woodbury, , um pouco mais afastado de Manhattan, normalmente, abre um pouco mais cedo na própria sexta-feira. Como o espaço é maior, é um bom lugar para compras, principalmente de marcas de luxo.

Leia também: outlets em Nova York

 


CHIP T-MOBILE | INTERNET ILIMITADA

Compre o chip de celular no Brasil com desconto de 10% e chegue nos EUA com internet ilimitada. Utilize o cupom: DICASNOVAYORK
 


Onde comprar na Black Friday em Nova York


Se você estará na Black Friday em Nova York e quer fazer compras, pode aproveitar os descontos dos outlets e das lojas de rua e de departamentos, como Macy’s, Bloomingdale’s e Sak’s Fifth Avenue.

As lojas da Quinta Avenida também contam com algumas promoções que podem ser interessantes.

Outra boa opção é a BestBuy, varejista de eletrônicos. Ela é famosa pelas ofertas dias antes da sexta-feira. Dá para comprar nos pontos físicos ou no site, com a possibilidade de retirar na loja mais próxima.

A B&H Photo Video, a maior loja de eletrônicos e acessórios fotográficos, não é famosa pelas promoções nessa data. Por isso, não espere grandes oportunidades de compras na loja.

Os outlets de Nova York são ótimas opções porque concentram mais de 200 lojas em apenas um local. Assim, quem tem dúvidas do que comprar, pode garimpar nas diversas marcas e aproveitar os descontos.

Já a Apple, para tristeza de muitos, não costuma ter grandes promoções nesta data. O que você poderá encontrar é desconto em linhas anteriores e acessórios. O iPhone ou linha mais recente de Macbook não tem promoções.

Agora, se você não liga para compras e quer fugir da muvuca das lojas, a dica é curtir os pontos turísticos de Nova York, que voltam a funcionar normalmente após o feriado de Thanksgiving.

Leia no blog: o que fazer em Nova York

 


Vale a pena a Black Friday em Nova York?


black friday em nova york

Essa resposta depende muito do objetivo e da disposição de cada viajante.

Para quem estará na cidade a turismo na época da Black Friday e precisa de algum produto específico, o que sugiro é pesquisar dias antes os valores nos sites oficiais e depois comparar com os praticados na data para ver se vale a pena.

Caso deseje apenas aproveitar oportunidades para comprar mais barato, sem nenhum objetivo específico, escolha as lojas de sua preferência e garimpe para encontrar algumas pechinchas.

Em relação aos outlets, se a ideia é não comprar muita coisa, melhor deixar para ir em outra ocasião, já que eles ficam lotados e o passeio pode acabar virando um transtorno. Porém, se o seu objetivo é voltar para casa com muitas compras, prepara-se para chegar cedo e enfrentar filas para pegar bons descontos.

A gente costuma aproveitar boas promoções durante a semana do Black Friday. Sempre é possível encontrar pechinchas, principalmente nas lojas de marcas de roupas e também eletrônicos, como a Best Buy.

A dica é fazer uma listinha do que realmente precisa comprar. Assim, vai ter um parâmetro de quanto vai gastar e comparar os valores para saber se vale a pena a Black Friday em Nova York.

Leia também: novembro em Nova York

 


Guia de Bairros de Nova York


O Dicas Nova York tem um e-book com mais de 200 páginas com todas as informações que você precisa para conhecer melhor a cidade. No e-book você encontrará:

  • Dicas testadas e aprovadas nos 5 distritos da Big Apple;
  • Panorama geral sobre os principais bairros;
  • Listas do que fazer em Nova York, onde comer e onde ficar;
  • Como utilizar o metrô;
  • Uso do Google Maps na locomoção diária;
  • Cupons de descontos para economizar.

Clique aqui para adquirir o Guia de Bairros de Nova York

Guia de Bairros de Nova York é sempre atualizado e totalmente interativo, para navegação em qualquer celular, tablet ou computador.


PLANEJAMENTO DE VIAGEM

GUIA DE BAIRROS: e-book com dicas do que fazer, onde comer e onde ficar

INGRESSOS: atrações de Nova York em reais e cancelamento grátis

CHIP EUA: compre no Brasil com 10% de desconto. Cupom DICASNOVAYORK

SEGURO VIAGEM: faça uma cotação e contrate o seguro com 15% de desconto.

MELHOR PASSE DE ATRAÇÕES:  Go City 5% desconto. Cupom GO5DICAS 

HOSPEDAGEM: lista com os melhores hotéis para ficar em Nova York

TRANSFER AEROPORTO: com motorista brasileiro e atendimento personalizado

CONTA EM DÓLAR: de graça na NOMAD e ganhe até $20. Cupom DICASNOVAYORK

3 comentários

  1. Olá, vou estar chegando em NY por um vôo da Copa Airlines as 11:40 PM do dia 11/11/22, e daí tem imigração + Bagagem, calculo perder umas duas horas para ser liberado. O hotel Quality Inn JFK fica próximo do aereoporto ( m.m.6 minutos) e como o Hotel não tem transfer nesta hora 02 PM vou ter que pegar um táxi. Como saber o quanto pagar ? Já que ao sair, provavelmente terei que pegar o primeiro da fila, certo? Agradeço por uma resposta.

  2. Pessoalmente posso dizer: com o dólar acima de 5 reais, mesmo lojas como Ross, Marshalls e o próprio outlet Jersey Gardens exigem muita garimpagem para encontrar itens que realmente valem a pena adquirir. E com certeza isso não vai ocorrer em larga escala e vai requerer bastante disposição para ser feito, demandando tempo, que é algo precioso para se desperdiçar num lugar como NY, onde tem muita coisa legal para fazer e conhecer além de comprar.

Chip de Internet Anuncio
Seguro Viagem Anuncio

Publicações da mesma categoria

herald square
Compras Herald Square: o que fazer na maior região de compras em Nova York
A Herald Square é uma jóia no coração de Nova York que atrai visitantes de todo o mundo com sua mistura vibrante de história, cultura e compras de primeira linha.  Caso seja uma primeira visita, ou simplesmente deseja redescobrir essa região, está no lugar certo. Aqui, desvendo tudo sobre a Herald Square, desde suas origens
Compras Loja de eletrônicos em Nova York: dicas das melhores
Visitar loja de eletrônicos em Nova York sempre faz parte da programação de quem viaja para a Big Apple. O fato é que estes estabelecimentos contam com preços bastante atrativos – ainda mais se comparados com os praticados no Brasil – e grande variação de produtos. É possível escolher entre uma variedade de lojas, desde
Compras Primark em Nova York: loja para economizar nas compras
Depois de muita espera, a primeira Primark em Nova York foi aberta no distrito do Brooklyn. A loja de departamentos, que nasceu na Irlanda, ficou famosa por oferecer uma variedade imensa de produtos de boa qualidade a preços acessíveis, principalmente quando o assunto é vestuário. Com essa loja gigante no Brooklyn, os moradores e turistas
Guia de Bairros

Melhor guia de Nova York com mais de 200 páginas

Está precisando de uma ajuda para planejar a sua viagem para a Big Apple? Então, não deixe de conferir o melhor guia de Nova York.

Acessar o guia
Fabio Angheben
Fabio Angheben

Fábio Angheben é jornalista, criador do Dicas Nova York e marido da Voz da Consciência.
Apaixonado pela Big Apple, estuda muito e conhece em detalhes todas as ruas, histórias dos prédios, atrações e sonha um dia experimentar todos os hambúrgueres da cidade. Vive e respira Nova York todos os dias. Por isso, conta suas experiências no blog com muito carinho e atenção nos detalhes. Seu olhar ainda é de turista (talvez nunca perca isso) e adora trocar ideias sobre as experiências vividas em Nova York.

 

Voz da Consciência tirando foto da Estátua da Liberdade ao fundo Giovanna Criscuolo
Giovanna Criscuolo

Formada em jornalismo e especialista em pesquisa de mercado, é a Voz da Consciência do Dicas Nova York.

Sua visão diferenciada dos mais variados assuntos são essenciais para a criação de conteúdo em todos os canais.

VDC acumula as funções de diretora, produtora, relações públicas, gerente de redes sociais e câmera do Dicas Nova York.

Gosta de uma boa conversa com os amigos, ama estar com a família e viajar com o Fábio.