10 dicas importantes para não cair em furadas na Times Square

Ah, a Times Square… Sonho de consumo de 10 entre 10 turistas que vão para Nova York pela primeira vez, e mesmo os mais experientes, ainda ficam impressionados com as luzes e cores da região mais iluminada do mundo.

O que mais me impressiona na Times Square é o seu poder de mudança, após a revitalização ocorrida nos anos 90, de um lugar sujo e mal frequentado, para uma região que recebe cerca de 300.000 pessoas por dia.

Claro que existem problemas e não são poucos, como qualquer lugar turístico, com algumas “armadilhas” que tentam pegar os mais desavisados e causar alguns transtornos.

Para você não ter surpresas durante sua visita, confira 10 dicas importantes para não cair em furadas na Times Square, com tudo o que você precisa saber e evitar essas “pegadinhas” escondidas que tentam vender como “oportunidades”.

 


1) Tirar fotos com personagens

Essa é uma dica bem direta: NUNCA tire fotos com aquelas pessoas vestidas de personagens que ficam perambulando na região da Times Square.

Parece até um Walking Dead de personagens de Hollywood devido a precariedade de algumas fantasias.

 

furadas na times square

Batman registrando esse momento bizarro na Times Square

 

Sei que é engraçado sair ao lado do Homem-Aranha gordo, de um Optimus Prime dos Transformers ou até mesmo aparecer ao lado de um homem vestido de Estátua da Liberdade, só que eles cobram pelas fotos. É o trabalho deles.

Sim, eles estão lá para tirar fotos e cobram uma “tip” (gorjeta) dos turistas mais desavisados que tiram fotos e acham ruim se você se atrever pagar US$ 2 dólares ou menos.

 

furadas na times square

Acho que o Elmo não estava em um dia muito feliz

 

Então evite essa chateação, não tire fotos ao lado desses personagens! Porque não é nada agradável ouvir xingamentos de um Mickey mal educado, que ficou bravo por não receber a gorjeta esperada.

Nova York é muito maior que isso, esse tipo de foto você pode tirar em qualquer aniversário infantil ou na Disney. 🙂

 


2) Comer nos restaurantes de grandes redes internacionais

Na Times Square, depois dos grandes painéis luminosos, o que mais tem é restaurante de todos os tipos e, principalmente, de grandes redes internacionais.

Apenas para citar alguns:

Bubba Gump (do filme Forest Gump);
Olive Garden;
Red Lobster;
Hard Rock Café;
Planet Hollywood;
e muitas outras.

furadas na times square

A lojinha e a decoração da Hard Rock até que são bem interessantes

 

E a minha dica é: fuja de de todos eles! Vou explicar o porque.

Nova York é uma das capitais da gastronomia, e essa fama deve-se a pluralidade de culturas que influenciam diretamente na alimentação e nos restaurantes da cidade.

Quando você opta por um restaurante de rede internacional, está deixando de lado uma experiência única de experimentar novos sabores, nova cultura e expandir os horizontes, para escolher algo que você pode comer em qualquer outro lugar, que o sabor será o mesmo.

 

furadas na times square

Até que a lojinha do Bubba Gump é bem legal (bem cara) para os fãs do Forest Gump.

 

Viajar não é isso! Viajar é sair do padrão e aproveitar para conhecer coisas novas.

Não estou dizendo que não é para comer nesses restaurantes famosos de rede, estou sugerindo apenas para evitá-los ou deixá-los como segunda opção.

Até porque reconheço que a costelinha do Hard Rock é suculenta e o camarão do Bubba Gump é fresquinho e crocante, só que pelas filas desses restaurantes e pelos valores que cobram pelos pratos, é melhor optar por restaurantes menores e mais gostosos das regiões do Little Italy, Greenwich Village, Meatpacking District e Williamsburg.

Em Nova York, muitas vezes, aquela pequena portinha de um restaurante de comida contemporânea que você encontrou sem querer andando pelo Soho, traz recordações inesquecíveis e muita história para contar.

 


3) Cambistas

Onde concentra muito turista, sempre tem os oportunistas de plantão. Na Times Square não é diferente.

É muito comum a abordagem de cambistas querendo vender todos os tipos de ingressos da Broadway, Off-Broadway, musicais alternativos e tudo mais.

A regra é clara, não compre nada desses caras! O barato pode sair muito caro!

Ninguém garante a autenticidade desses ingressos e os valores cobrados por eles, além de quererem cobrar comissões desnecessárias, que você não vai encontrar nos respectivos sites oficiais.

Fora a vergonha de não conseguir entrar em uma atração por causa de ingresso falso.

O melhor sempre em Nova York é comprar o ingresso antecipado para as principais atrações, para evitar filas e economizar. Caso tenha esquecido de fazer esse planejamento, utilize a bilheteria no local do evento.

 


4) Lojas de aparelhos eletrônicos e acessórios em geral

Com cartazes gigantescos de descontos de até 70% e com muitas oportunidades de negócios, as lojinhas de eletrônicos atraem muita gente para uma armadilha.

Todas tem uma característica em comum, querem vender produtos de baixa qualidade como se fossem de última geração.

Um amigo desavisado pagou US$ 20 dólares por um adaptador de tomada. Um roubo!

 

furadas na times square

Essa é só uma das dezenas de lojinhas que vendem câmeras e eletrônicos

 

Em outra ocasião, acompanhei uma amiga que queria comprar uma câmera fotográfica e ela, por teimosia, quis perguntar os preços nessas lojinhas. Foi o seu pior erro!

O dono-vendedor vem sempre com o mesmo script, pergunta sua nacionalidade, tenta falar português, conta muita mentira e faz de tudo para não perder o cliente.

Tentou empurrar uma câmera da Olympus, dos modelos mais simples possíveis, como se fosse uma poderosa câmera profissional e ainda tinha a cara-de-pau de afirmar que a marca tinha garantia internacional e era melhor que uma câmera fotográfica da Nikon ou Canon.

Além disso, o preço oferecido era muito acima do mesmo produto na Best-Buy ou qualquer outra loja de departamento, e ainda diferente do valor que estava na vitrine. Só que aí o vendedor finge que faz uns cálculos e pratica descontos em cima desse valor abusivo, apenas para passar essa falsa sensação de uma negociação justa.

Depois de muita insistência do vendedor e negativa da minha amiga, eu fiz questão de encerrar o assunto e fomos para a B&H. Lógico que o vendedor fechou a cara e falou algumas coisas em árabe que não deve ter sido um elogio para a gente.

Se quiser comprar algum aparelho eletrônico, eê preferência sempre para as grandes lojas de departamentos, para comprar com garantia e segurança.

Atenção! Se você quer arriscar e entrar em uma dessas lojas para comprar algo, não fale nada de besteira em português. Os caras atendem tantos turistas que entendem muito bem todas as línguas, inclusive o português. Portanto, previna-se de encrenca!

 

Já contratou o seu Seguro Viagem?
Cotação em mais de 10 seguradoras, com garantia de melhor preço e em até 12 vezes sem juros.

 


5) Táxi

Se tem uma coisa desnecessária, é utilizar um táxi para se locomover na Times Square.

O trânsito nas ruas ao redor é um dos piores de toda a cidade, por causa do fluxo de pessoas e carros, e escolher um táxi é literalmente jogar dinheiro (leia-se dólares) fora.

 

furadas na times square

Tem horários que é entrar no táxi e ficar parado por um bom tempo.

 

Outra coisa, os motoristas odeiam fazer trajetos curtos, sendo muitas vezes mal educados e grossos quando são abordados para esse tipo de viagem, além do táxi demorar mais para chegar do que qualquer outro meio de transporte.

Em Nova York, dê sempre preferência em utilizar o metrô ou caminhando, você conhece toda ca cidade e ainda economiza bastante.

 


6) Horário de pico

Difícil classificar qual o horário mais movimentado na Times Square. Seja de dia ou de noite, o pequeno pedaço de terra iluminado está sempre lotado de turistas.

Só que existe um horário que é o pior de todos: das 19h às 21h.

Esse é o intervalo é chamado de pré-teatro, ou seja, quando todo mundo resolve sair dos hotéis para passear um pouco na Times Square e depois curtir um musical da Broadway.

 

furadas na times square

Esse dia a Times Square foi só minha. Também eram 6h30min da manhã

 

Se o combo for das 19h às 21h e aos finais de semana, aí sim fica quase impossível caminhar sem trombar em alguém e ouvir um “sorry”.

Se quiser pelo menos sentar alguns minutinhos na escadaria vermelha, apreciar a movimentação e tirar algumas fotos, já sabe, evite esse horário e finais de semana na alta temporada.

 


7) Cuidado com dinheiro e aparelhos eletrônicos

O que vou dizer agora não é para assustar ninguém, é apenas uma constatação de algumas cenas que já vi acontecer e para você não repetir o mesmo.

Por mais que na Times Square exista o policiamento ostensivo, todos os dias acontecem pequenos crimes por puro descuido dos turistas mais desatentos.

O que mais acontece é furto de dinheiro, celulares, câmeras fotográficas, e etc.

Isso é mais que normal! Não existe nenhum lugar turístico do mundo, que não tenha relatos de roubos e furtos,  porque são lugares que aglomeram muita gente e os turistas deixam objetos de valor a mostra e de fácil acesso aos ladrões.

Não estou dizendo que você será assaltado a mão armada no meio da Times Square, isso é quase impossível de acontecer, mesmo de madrugada, porque existe policiamento, leis rígidas nos EUA e câmeras para tudo que é lado.

furadas na times square

Esse posto policial é bem famoso e fica bem no meio da Times Square

 

Estou alertando apenas para tomar algumas providências nas aglomerações:

– Não sacar dinheiro no caixa eletrônico e contar os dólares no meio da rua
– Não deixar a bolsa ou mochila aberta
– Evite carregar o celular no bolso de trás da calça
– A câmera fotográfica pode ficar no pescoço, tranquilamente, só não deixe na mochila aberta

Essas dicas são mais do que corriqueiras para quem mora em grandes capitais brasileiras, mas existe um relaxamento natural quando viajamos e por isso é importante não deixar de lado essas regras de segurança básicas.

 


8) Shows de stand up comedy

Essa é uma das maiores furadas que um turista pode cair na Times Square.

Existem dezenas de promotores espalhados pelas ruas vendendo shows de stand-up comedy a preços bem convidativos em teatros da região e a abordagem deles é quase inevitável no meu da multidão.

Eles parecem que sentem o cheiro do turista, adivinham muitas vezes sua nacionalidade e ainda tentam convencer que o show oferecido é muito famoso e que muitos brasileiros já assistiram.

 

furadas na times square

Os clubes de comédia são as maiores furadas. Fuja!

 

Agora vamos pensar juntos:

O que faria você perder 2 horas do seu tempo em Nova York para assistir um show de stand-up comedy com artistas desconhecidos e que vão apresentar um texto com piadas locais e muitas vezes sem graça alguma?

Nada! É perda de tempo total. Uma armadilha para levar dinheiros dos turistas. Não aceite nem de graça.

Então, já sabe quando um desses promotores te abordar no meio da Times Square, e perguntar:“Brasileño?”. Você responde: “Sorry, I don’t speak english”, com o pior sotaque possível que conseguir.

Assim ninguém vai encher a sua paciência e você não perde seu precioso tempo.

 


9) Comprar ingressos na TKTS da Times Square

Uma cena muito comum na Times Square é encontrar uma fila embaixo da escadaria vermelha.

Trata-se da TKTS, empresa que vende ingressos da Broadway, para o mesmo dia, com descontos de até 70%.

 

furadas na times square

Essa é a fila de todos os dias na TKTS da Times Square.

 

A fila é tão desanimadora, que muita gente desiste e prefere pagar o valor integral para não perder tempo e nem a oportunidade de assistir um musical da Broadway.

Por isso que aconselho: não fique nessa fila.

Existem outros endereços da TKTS espalhados por Nova York que vendem os mesmos ingressos e as filas são infinitamente menores.

No blog explico em mais detalhes como funciona a TKTS e todos os endereços disponíveis.

 


10) Réveillon

furadas na times square

Esquema de segurança rígido e sem direito a fazer nada, esse é o Réveillon na Times Square

 

Esse é um item que pensei mil vezes em colocar, porque mexe com o sonho de muita gente.

Aqui no blog já contei como funciona o réveillon em Nova York e a grande furada que é escolher a Times Square como lugar para comemorar essa data tão especial.

Não estou dizendo para esquecer o seu sonho, só que depois de ler o post é melhor considerar uma alternativa e evitar a Times Square.

 


Essa lista é baseada na minha experiência e serve para aconselhar sobre algumas furadas na Times Square, mas não é uma regra e sim um alerta para evitar algumas situações.

Gosto de dizer sempre que todo mundo precisa passar pela experiência e tirar suas próprias conclusões para ter história para contar.

Por isso, se quiser enfrentar qualquer item dessa lista, fique a vontade dou todo apoio, tudo serve de aprendizado.

Você tem alguma história para contar? Tem alguma dúvida? Deixe sua mensagem.

🙂


DICAS PARA PLANEJAR SUA VIAGEM


HOSPEDAGEM | Ainda não reservou o hotel? Confira o guia completo “Onde ficar em Nova York”.

SEGURO VIAGEM | Faça uma cotação e parcele em até 12 vezes no cartão de crédito.

CHIP DE INTERNET | Fique conectado com internet ilimitada e aproveite o FRETE GRÁTIS.

INGRESSOS DAS ATRAÇÕES | Ingressos em reais (R$), sem IOF e em até 6 vezes no cartão.


Comentários do Facebook

Jornalista de formação e profissional de marketing com master pela ESPM de São Paulo.Criador e redator no blog Dicas Nova York, coleciona experiências e histórias marcantes não só em Nova York, sua cidade, mas também de leste a oeste dos Estados Unidos.O blog é uma paixão antiga e o espaço é utilizado para compartilhar informações e experiências na cidade, para que todos conheçam a Big Apple de um jeito diferente e descontraído.

2 Comments

  • Responder agosto 18, 2017

    Taynara

    é tranquilo andar de mochila?

    • Responder agosto 18, 2017

      Fabio Angheben

      Tranquilo, eu só ando de mochila! Evite apenas objetos cortantes, tesouras e algo que vai gerar desconfiança da segurança, porque toda atrações tem o procedimento de segurança com raio-x.

      Obrigado.

Leave a Reply