Museu Americano de História Natural em Nova York

Museu Americano de História Natural

Parece até clichê, mas o Museu Americano de História Natural é um dos passeios imperdíveis de Nova York.

De uns anos para cá, a fama do museu cresceu absurdamente por causa do filme “Uma Noite no Museu” (2006), que usou o seu enorme espaço como cenário e virou um sucesso absoluto de público nos cinemas.

Fundado em 1869, o AMNH – American Museum of Natural History sempre foi uma das principais atrações da cidade, muito antes do filme do Ben Stiller e companhia, por ser um dos mais completos do mundo visitado por milhares de turistas todos os anos.

 


MUSEU AMERICANO DE HISTÓRIA NATURAL


Museu Americano de História Natural

Localizado ao lado do Central Park, com uma enorme estátua do Theodore Roosevelt na entrada, o Museu Americano de História Natural de Nova York é considerado o maior do segmento e conta com a mais vasta coleção de fósseis do mundo.

O AMNH tem cinco pavilhões e é necessário um planejamento prévio para aproveitar a visitação e não perder nenhuma atração.

Eu já visitei várias vezes o museu e nunca consegui fazer todas as alas em apenas um dia, porque é praticamente impossível. Por isso, não se preocupe se isso acontecer com você também.

Leia também: 10 passeios imperdíveis em Nova York

Muita gente até fala para reservar 4 horas do roteiro para conhecer tudo, só que o tempo gasto no museu varia muito de visitante para visitante.

Eu recomendo não ir com pressa para nenhum museu, porque sempre vai ser improdutivo e vai deixar muita coisa para trás.

O que sempre faço antes de visitar um museu é ler bastante sobre as exposições e o que vai visitar para aproveitar mais o tempo. No Museu Americano de História Natural aconselho você fazer o mesmo.

Nesse post, vou detalhar todos os pavilhões do museu, com informações sobre as exposições permanentes e salas para visitação para ajudar na sua programação.

Vamos lá!

 


PRIMEIRO PISO (ENTRADA NO TÉRREO)


Museu Americano de História Natural

A entrada do museu é pela 81st Street, em frente ao Central Park, e logo no hall de entrada que todos são recepcionados pelo Tiranossauro-Rex de mais de 15 metros, que passa a sensação de um pouquinho do que tem por vir.

É no térreo também que ficam as bilheterias e a entrada principal para as primeiras exposições. Destaque para o planetário Hayden e o Space Show (não incluído no ingresso comum) e a sala dos mamíferos da América do Norte, com ursos, esquilos e muito mais.

Sabe aquela famosa Baleia Azul pendurada no teto do museu? É nesse andar que você pode tirar fotos e admirá-la.

Nas salas do primeiro pavilhão estão exemplares de minerais, pedras preciosas, rochas e meteoritos, e uma breve história que conta a origem do sistema solar e dos planetas. É legal, mas dá para passar direto.

Esse é o andar que costumo aproveitar apenas para dar uma passada rápida e ganhar tempo para visitar os outros pavilhões.

Museu Americano de História Natural

 


SEGUNDO PISO


Museu Americano de História Natural

O segundo andar tem uma das minhas exposições favoritas  sobre a vida dos povos na América do Sul, com destaques para os índios, inclusive do Brasil, antes do descobrimento.

Os bonecos dos índios são muito realistas, com as roupas, armas e todos apetrechos utilizados na época.

No mesmo pavilhão tem as salas dos povos da Ásia e da África, com um realismo impressionante.

Destaque para o auditório Hayden com o filme que mostra a teoria do Big Bang e a criação do universo (disponível apenas para o Super Saver).

Museu Americano de História Natural

 


TERCEIRO PISO


Museu Americano de História Natural

Esse espaço é dedicado especialmente aos mamíferos do continente africano, primatas e répteis e anfíbios.

Também há salas com os povos do pacífico e índios das planícies, com suas vestimentas e apetrechos.

Para falar a verdade, o terceiro pavilhão é um dos menos interessantes para o grande público, ao menos que você seja um especialista na área.

O mais legal mesmo é ver os leões, gorilas e outros animais da África e também a sala dos Répteis e Anfíbios com sapos, tartarugas, jacarés, crocodilos, entre outros.

Museu Americano de História Natural

 


QUARTO PISO


Museu Americano de História Natural

Sabe aqueles filmes, que tem toda um suspense antes para chegar no ápice e na revelação da história que vai mudar o rumo da trama? Esse é o quarto andar.

Todas as exposições e salas dos dinossauros estão nesse andar. O nome correto onde eles ficam é sala dos fósseis, que conta com muitos esqueletos dos animais que habitaram a Terra há milhões de anos.

Admito que é realmente uma sensação única estar cara a cara com aqueles bichos.

Museu Americano de História Natural

Aproveite esse momento único para tirar muitas fotos e curtir todas as salas dos dinossauros que são divididas basicamente em:

– Saurísquios: espécies carnívoras e com estrutura de lagarto;
– Ornitísquios: espécies herbívoras e com estrutura de ave.

No andar também tem uma lojinha com produtos e souvernirs de dinossauros.

Museu Americano de História Natural

 


Já contratou o seu Seguro Viagem?

Cotação em mais de 10 seguradoras, com garantia de melhor preço e em até 12 vezes sem juros.

 


INFORMAÇÕES GERAIS


Museu Americano de História Natural

O Museu Americano de História Natural de Nova York é muito completo e tem 42 salas com milhões de fósseis e artefatos.

Por todos esses destaques e exposições, é quase impossível prever o tempo total dentro do museu.

Se você pretende ver tudo que ele oferece, reserve boas horas do seu roteiro, e isso não é ruim! 🙂

O espaço tem diversas exibições e filmes em salas especiais em horários pré-definidos, como o Rose Center que destaca a formação da Terra e do Espaço, com rochas, meteoritos, pedaço da lua retirada na missão lunar do Apollo, que estão incluídas apenas no ingresso mais completo.

No piso inferior (lower level) tem uma praça de alimentação, com opções de restaurantes e lanchonetes.

Todos os andares contam com banheiros masculino e feminino.

Evite carregar mochilas grandes, para não ter problemas com a segurança e ter a entrada mais facilitada no museu.

Se preferir, utilize a chapelaria no local que aceita guarda-chuvas, casacos e mochilas com a cobrança de US$ 2 dólares por pessoa.

Museu Americano de História Natural

Caso tenha alugado uma bicicleta para passear pelo Central Park, você pode prendê-la com o cadeado no muro de ferro ao redor do museu, ao lado das escadarias. Já fiz isso e todo mundo faz o mesmo!

Fique a vontade para tirar fotos com celulares e máquinas fotográficas. Não são permitidos bastões de selfie e equipamentos profissionais de fotografia como tripé, iluminação e etc.

O museu funciona diariamente das 10h às 17h e fecha apenas no Natal e Ação de Graças.

 


INGRESSOS PARA O MUSEU


Você pode adquirir sua entrada antecipadamente para o Museu Americano de História Natural, pelo mesmo preço do ingresso vendido na bilheteria e sem a necessidade de enfrentar as longas filas do museu.

As entradas são divididas em:

General Admission – Ingresso Comum

Entrada para todas as 45 salas e o Rose Center. Não inclui as exibições especiais, filmes e o Space Show.

Adultos: US$ 23 dólares
Acima de 60 anos: US$ 18 dólares
Crianças de 2 a 12 anos: US$ 13 dólares


General Admission + All – Super Saver

Entrada em todas as salas, Rose Center e todos exibições, filmes Space Show.

Adultos: US$ 33 dólares
Acima de 60 anos: US$ 27 dólares
Crianças de 2 a 12 anos: US$ 20 dólares

Clique no banner abaixo, para mais informações e comprar os ingressos:

Após a compra, basta apresentar o voucher impresso ou eletrônico (no celular).

 


Contribuição Sugerida


O museu aceita a “Contribuição Sugerida” que é uma forma de pagar o quanto acha justo pela entrada na atração.

Para isso, basta informar o quanto quer pagar na bilheteria.

Se não informar, o atendente vai cobrar o valor da General Admission de US$ 23 dólares.

No blog tem um post que explico sobre esse tipo de entrada nos museus.

 


INGRESSO NO CITYPASS


Museu Americano de História Natural

O Museu Americano de História Natural de Nova York tem a entrada “General Admission” incluída no CityPASS, que é o passe de ingressos das principais atrações em Nova York.

Basta se dirigir a bilheteria exclusiva do museu para não enfrenta as enormes filas e trocar o voucher do talão pela entrada na atração.

O CityPASS é vendido em reais e em até 6 vezes no cartão de crédito.

Clique aqui para comprar o CityPASS

No blog tem minha experiência completa e todas informações sobre o CityPASS.

 


INFORMAÇÕES RESUMIDAS


Museu Americano de História Natural (AMNH)

Funcionamento: diariamente das 10h às 17h30. Fechado no Natal e no dia de Ação de Graças

Valores dos ingressos: a partir de US$ 23 dólares (adultos)

Passes de ingressos: o museu aceita entrada com o CityPASS e com o New York Pass.

Endereço: Central Park West & 79th St, New York

 


Nesse post, procurei passar a minha experiência com o Museu Americano de História Natural, que é o maior e, sem dúvidas, o mais famoso do mundo.

Mesmo que você não seja fã de museus, não deixe de visitar esse ícone de Nova York, porque vale muito a pena.

Caso tenha alguma dúvida, deixe um comentário.

🙂


DICAS PARA PLANEJAR SUA VIAGEM


HOSPEDAGEM | Ainda não reservou o hotel? Confira o guia completo "Onde ficar em Nova York".

SEGURO VIAGEM | Faça uma cotação com 5% de desconto e em até 12 vezes no cartão de crédito.

CHIP DE INTERNET | Fique conectado com internet ilimitada e compre com 10% de desconto.

INGRESSOS DAS ATRAÇÕES | Ingressos em reais (R$), sem IOF e em até 6 vezes no cartão.

Jornalista de formação e profissional de marketing com master pela ESPM de São Paulo. Criador e redator no blog Dicas Nova York, coleciona experiências e histórias marcantes não só em Nova York, sua cidade, mas também de leste a oeste dos Estados Unidos. O blog é uma paixão antiga e o espaço é utilizado para compartilhar informações e experiências na cidade, para que todos conheçam a Big Apple de um jeito diferente e descontraído.

4 Comments

  • Responder Janeiro 14, 2018

    Maiara

    Oi, Fabio! Obrigada por compartilhar informacões tão preciosas com a gente! Irei para NYC em fevereiro e estou usando o seu site para fazer o roteiro!
    O Museu de História Natural será parada obrigatória, amo ciencias e trabalho com isso, irei reservar pelo menos um dia todo para aproveitar bem o museu e com calma.
    Vale a pena comprar o ingresso completo? Meu inglês não é muito bom, e como são muitos vídeos, fico pensando se vale a pena adquirir esse ingresso.
    Obrigada!!

    • Responder Janeiro 14, 2018

      Fabio Angheben

      Olá Maiara, tudo bem?

      Muito obrigado pelo comentário, fico feliz em saber que estou ajudando no seu planejamento.

      O ingresso completo tem muitas exposições em vídeos e filmes em inglês, e como o assunto é técnico não é tão fácil de entender.

      Acredito que apenas o museu com suas salas e exibições abertas seja o suficiente para você aproveitar muito.

      O aplicativo do AMNH ajuda muito também, faça o download e assim você já fica por dentro das exposições.

      https://www.amnh.org/apps/explorer

      Se precisar de ajuda, conte comigo.

      Obrigado.

  • Responder Janeiro 12, 2018

    Alba Cavalcante

    Olá,
    Irei a NY pela primeira vez em maio/18, adquirindo o CityPass, o ingresso do Museu está incluso o Super Saver?
    Obrigada
    Alba

    • Responder Janeiro 12, 2018

      Fabio Angheben

      Olá Alba, tudo bem?

      O ingresso do CityPASS é o General Admission que dá direito apenas a entrada geral e o Rose Center, sem as demais exibições.

      Obrigado.

Leave a Reply