Harlem: roteiro com as principais atrações do bairro em Nova York

harlem

Já ouviu falar no bairro do Harlem em Nova York?

Localizado na região norte da ilha de Manhattan, o bairro que já foi exclusivamente residencial, cresceu muito nos últimos anos, com novos empreendimentos e grandes lojas de departamentos que abriram novas unidades para alavancar o bairro.

O Harlem tem muita história e faz parte da cultura de Nova York e dos Estados Unidos. 

Infelizmente, muito viajante não inclui essa experiência no roteiro, por receio de ser uma região perigosa ou por não saber o que fazer.

Nesse post, vou passar pelas principais atrações do Harlem, para que na sua próxima viagem você inclua, definitivamente, o bairro na sua lista de atrações imperdíveis.

 


HARLEM É PERIGOSO?


harlem

Não tem como escrever sobre o Harlem sem responder essa pergunta. Não, o Harlem não é uma região perigosa.

Claro que existe crimes e vários problemas sociais, mas não em níveis que estamos acostumados no Brasil e que sejam visíveis ao turista.

O que precisamos saber é que o bairro não recebe tantos visitantes como a Times Square, por ser uma região predominantemente residencial. Por isso, é preciso ter uma conduta mais respeitosa como os moradores, porque ninguém gosta de ser incomodado na porta da própria casa.

Minhas dicas:

– Faça um roteiro prévio das atrações que deseja conhecer;
– Evite tirar fotos das pessoas nas ruas;
– Não fotografe as casas com as pessoas nas portas;
– Em caso de dúvidas, pergunte nos estabelecimentos;
– Não carregue a câmera no pescoço como um turistão;
– Por favor, não conte dinheiro na rua (isso vale para qualquer lugar).

Lembre-se que os moradores não gostam de ser incomodados e não estão ali para serem fotografados como se fossem uma atração turística.

 


ROTEIRO PELO HARLEM


harlem

Geralmente, os tours pelo Harlem são nas igrejas aos domingos, um brunch e retorno para Manhattan.

Meu roteiro pelo Harlem foi bem diferente!

Fiz um passeio cultural, histórico e gastronômico pelo bairro, incluindo as principais ruas, atrações e restaurantes, que considero importantes para conhecer.

Comecei às 7h da manhã (no meio da semana), que é mais tranquilo que aos sábados ou domingos, quando o Harlem fica cheio de turistas.

O desembarque foi na estação 116 St – Linha A e C (azul) do metrô, para o café da manhã e começo das atividades.

Vamos lá!

 


CAFÉ DA MANHÃ NO TOM’S RESTAURANT


Tom's Restaurant

O café da manhã começa no Tom’s Restaurant, uma lanchonete muito tradicional da cidade e que ficou mais famosa por servir de cenário para o seriado Seinfeld.

O local ainda preserva essa fama com fotos e quadros dos personagens do seriado.

O restaurante serve de tudo um pouco. Minha escolha foi clássico café da manhã com ovos mexidos e bacon para uma refeição bem reforçada.

O valor médio do café da manhã é de US$ 15 dólares.

No blog tem todas informações e minha experiência no Tom’s Restaurant.

 


CATHEDRAL CHURCH OF ST. JOHN THE DIVINE


Construída em 1892, a catedral tem sua construção no estilo gótico, e impressiona pelo tamanho, por ser uma das maiores igrejas anglicanas do mundo.

Para mim, depois da St. Patrick Cathedral, a igreja mais bonita de Nova York é a Cathedral Church of St. John Divine. Pena que fica em um local escondido que muitos turistas acabam não conhecendo.

Nesse dia do roteiro, infelizmente a igreja estava fechada, para “manutenção”, mas a lenda na cidade é que a catedral fica mais fechada do que aberta.

Caso bata a cara na porta (que nem eu), vale a pena a pena tirar uma foto da fachada. Quando aberta, o horário de visitação geral é das 8h às 18h.

Tem também um tour guiado que mostra toda a catedral e histórias por US$ 10 dólares.

 


COLUMBIA UNIVERSITY


harlem

A Universidade de Columbia é a mais antiga instituição de ensino superior de Nova York.

Localizada na região conhecida como Morningside Heights, no Harlem, a universidade tem um campus gigantesco, que não é possível visitar toda sua extensão em apenas um dia.

Vale a pena caminhar pela entrada principal e curtir a atmosfera da universidade que é uma das principais instituições de ensino do mundo.

Só para ilustrar, a Columbia University foi responsável pela formação de 3 presidentes dos Estados Unidos, 43 Prêmios Nobel, entre outras personalidades. Incrível!

 


MORNINGSIDE PARK


harlem

Localizado ao lado da Columbia University, o Morningside Park um dos parques mais interessantes da cidade.

O destaque não é pelo tamanho e sim pela sua topografia, com subidas e descidas.

O parque não é grande, sua extensão vai da 110th até a 123rd Streets, só que é muito frequentado por moradores, devidos aos playgrounds para crianças e as quadras de basquete.

harlem

Minha dica é sair da Columbia University, aproveitar a vista de cima do Harlem e depois descer as escadas para continuar o passeio.

É preciso coragem para subir as diversas escadas, mas quem vem da Columbia University, fica muito mais fácil.

Eu fiz a besteira de descer uma vez para tirar fotos e tive que subir de novo. 🙂

harlem

As fotos estão com a paisagem seca de inverno, porque são do mês de Abril, mas o parque costuma ficar verdinho no verão.

No final, vale a pena pelos registros e pela vista! 🙂

 


LEVAIN BAKERY


harlem

Depois de andar pelo parque, continuei a caminhada pela 117th até a Frederick Douglass Blvd, para fazer uma parada estratégica na famosa Levain Bakery.

Essa panificadora faz muito sucesso em Nova York por produzir cookies, brioches recheados, entre outras delícias, tudo de forma exagerada.

As lojas mais próximas do centro de Manhattan estão sempre lotadas. A unidade do Harlem é mais tranquila, com pequenas filas.

harlem

Como ninguém é de ferro, precisava de uma energia para continuar a caminhada, que depois dessa parada seria bem puxada.

Sou fã da Levain Bakery e do brioche de chocolate chips deles (foto). Recomendo!

 

 


LEE LEE’S BAKED GOODS


harlem

Agora tenho que confessar, que não tem como visitar o Harlem e não passar na Lee Lee’s Baked Goods.

Essa confeitaria é um patrimônio do bairro, uma verdadeira sobrevivente.

O dono chama Alvin Lee Smalls e está sempre na cozinha, no alto dos seus quase 80 anos.

Desde 2010, ouço histórias que o Mr. Smalls vai fechar a lojinha, só que passei recentemente e continua aberta, sobrevivendo a concorrência brutal de Starbucks, Levain Bakery, Patisserie Des Ambassades, entre outros gigantes.

Quando visito a Lee Lee’s, sinto como se estivesse na Nova York dos anos 60 e é muito bom compartilhar com essa lenda do Harlem e saber que ainda está aberta, vendendo o tradicional Rugelach.

harlem

O Rugelach é um doce muito parecido com o croissant, apenas com a massa um pouco mais grossa.

No Lee Lee’s o melhor de todos é o de chocolate. Mesmo se estiver sem fome, compre e leve para viagem. É demais!

 

harlem

Ah, também sou viciado nesse muffin de cenoura que é uma delícia!

Conhecer o Lee Lee’s Baked Good é uma obrigação, antes que feche de uma vez! 🙂

 


125TH ST – MARTIN LUTHER KING BLVD


harlem

Caminhar pela principal rua do bairro é perceber o quanto o Harlem passa por uma transformação rápida, ao longo dos anos.

Ainda é possível ver alguns estabelecimentos antigos, que resistem à especulação imobiliária, mas já dividem o espaço com grandes lojas de departamentos.

Esse contraste não deve durar muitos anos, porque esse fenômeno também aconteceu no Brooklyn e o aumento do custo acaba esmagando esses antigos comerciantes, que são obrigados a fechar suas lojas.

harlem

Para o turismo é bom, porque o bairro fica mais movimentado, seguro e com mais atrações para passear.

Destaque para as lojas da H&M, GAP, Banana Republic, Nike, Atmos, TJ Maxx, entre outras lojas.

Do outro lado, para os moradores nem sempre esse crescimento é bem-vindo, porque deixa mais caro o custo de vida.

Aproveite para andar pela rua e aproveitar as atrações. 🙂

 


APOLLO THEATER


harlem

Na 125th Street também está localizado o lendário Apollo Theater.

A casa de shows já serviu de palco dos maiores artistas da música dos EUA, como Aretha Franklin, James Brown, Michael Jackson, The Supremes, Stevie Wonder, Marvin Gaye, entre centenas de outros grandes nomes.

Ainda hoje, acontecem todas as quartas o tradicional show de calouros conhecido como Amateur Nights, que é aberto ao público geral, com venda de ingressos antecipadas.

harlem

O hall do teatro está sempre aberto com alguns quadros em exposição e também com uma lojinha para comprar alguma lembrancinha.

No blog tem um post completo sobre o Apollo Theater.

 


HARLEM SHAKE


harlem

Na Martin Luther King Blvd. tem vários restaurantes clássicos. Um deles é o Harlem Shake.

Essa lanchonete no estilo anos 50/60, tem várias referências aos artistas importantes da cultura americana na sua decoração, e é passagem obrigatória para quem vai visitar o Harlem.

harlem

As estrelas da casa são o milk-shake e o hambúrguer com batata frita.

Não é o melhor hambúrguer de Nova York, mas é bem gostoso. Valeu a pena almoçar lá!

harlem

Consulte o cardápio completo no site do Harlem Shake.

 


RED ROOSTER


harlem

O Red Rooster é um restaurante mais moderninho e que aos domingos tem brunch com música ao vivo para os clientes.

É um restaurante bem turístico, que apesar de clássico na região, não é o meu preferido, por não valer o quanto cobram.

O prato custa em média US$ 25 dólares.

Consulte o cardápio completo no site do Red Rooster.

 


SYLVIA’S RESTAURANT


harlem

Aberto em 1962, o Sylvia’s Restaurant é um dos sobreviventes no bairro do Harlem.

Famoso pelo brunch com música gospel, aos domingos, o restaurante é um dos preferidos dos grupos de turistas e fica sempre cheio aos finais de semana. Durante a semana é mais tranquilo para tomar café da manhã e almoçar.

O prato para almoço custa em média US$ 20 dólares.

Consulte o cardápio completo no site da Sylvia’s Restaurant.

 


THE STUDIO MUSEUM OF HARLEM


harlem

Siga sentido norte na Adam Clayton Powell Jr. Blvd para continuar a caminhada para aproveitar as atrações visuais do Harlem.

Você vai encontrar essa parede que sempre tem um grafite diferente e fica próxima ao The Studio Museum in Harlem.

Localizado na 125th Street, o museu conta com exposições dedicadas a cultura e ao trabalho dos afro-americanos.

harlem

O museu é muito interessante, só que não abre todos os dias da semana.

Consulte sempre o funcionamento e mais informações no site oficial do museu.

 


AVENIDA DAS IGREJAS – ADAM CLAYTON POWELL JR. BLVD


harlem

Recomendo caminhar na Adam Clayton Powell Jr. Blvd. sentido norte. Você vai se surpreender com a quantidade de igrejas de todos os tamanhos nessa avenida, principalmente da doutrina Batista.

É uma igreja mais bonita do que a outra.

harlem

A maioria delas vai estar fechada na semana, mas aos domingos ficam lotadas de moradores e turistas para o tradicional culto gospel.

Recomendo a caminhada para chegar para tirar muitas fotos das belíssimas igrejas do Harlem.

 


HARLEM STRIVER’S ROW


harlem

Meu roteiro termina no Harlem Striver’s Row,  distrito histórico que é famoso casas todas iguais, no estilo Brownstone.

Para ter uma referência, essas casas são iguais as históricas residências do Brooklyn, famosas nos filmes e pelo seriado “Todo mundo odeia o Chris”. 🙂

Sem dúvidas, esse é um dos lugares mais legais para conhecer no Harlem.

harlem

As casas mais clássicas estão no conjunto de ruas entre a 137th Street e a 139th Street.

As casas conhecidas como Brownstone são muito tradicionais, ficam em ruas bem calmas, totalmente residenciais, e tem as famosas escadas na porta.

harlem

Eu fui caminhando a partir da 125th Street, porque são apenas 13 pequenos quarteirões, e ainda aproveitei para curtir as ruas calmas do Harlem.

Se preferir, pode pegar o metrô na 125 Street e descer na próxima estação 135 Street para descer próximo ao Harlem Striver’s Row.

Chegou ao fim esse mini roteiro das atrações no Harlem. 🙂

 

Já contratou o seu Seguro Viagem?
Cotação em mais de 10 seguradoras, com garantia de melhor preço e em até 12 vezes sem juros.

 


MAPA DAS ATRAÇÕES NO HARLEM


Para facilitar as andanças pelo Harlem, coloquei as atrações visitadas nesse mapa interativo.

Assim fica mais fácil encontrar os locais e planejar o roteiro. 

 


TOUR NO HARLEM E CULTO GOSPEL COM GUIA BRASILEIRO


harlem

Fiz meu roteiro por conta própria, porque gosto de desbravar a cidade para o blog e já conhecia as histórias do Harlem.

Para visitar todas as atrações do roteiro tive que caminhar por quase 10km. Sim, estava empolgado nesse dia. 🙂

Se você não está afim de caminhar muito, uma outra opção é fazer um tour pelo Harlem com um Guia Brasileiro.

O tour de van passa pelos principais pontos turísticos do bairro, com paradas estratégicas, e finaliza com um culto na Pilgrim Cathedral of Harlem.

A vantagem é que o guia conta curiosidades e histórias do bairro em português e o passeio ainda tem entrada garantida em um tradicional Culto Gospel.

O passeio é realizado todas as manhã dos domingos e tem duração de 3,5 horas.

Para mais informações e orçamento, envie um e-mail para:

Agência: US Travel
Contato: Aline
E-mail: contato.site@ustravelny.us

Informe que você leu o post do Fábio no blog Dicas Nova York para receber o orçamento com condições especiais.

 


Confira o vídeo explicativo do Tour no Harlem e Culto Gospel:

 


Atenção!

Esse tour com guia é bem diferente do meu roteiro, com outras atrações e pontos turísticos.

Essa é uma outra forma de conhecer o Harlem, sem caminhar muito e ainda ter a companhia de um guia experiente, que sabe tudo sobre a cidade.

 


Gostou do roteiro pelo Harlem? Tem alguma dúvida? Deixe um comentário.

🙂


DICAS PARA PLANEJAR SUA VIAGEM


HOSPEDAGEM | Ainda não reservou o hotel? Confira o guia completo “Onde ficar em Nova York”.

SEGURO VIAGEM | Faça uma cotação com 5% de desconto e em até 12 vezes no cartão de crédito.

CHIP DE INTERNET | Fique conectado com internet ilimitada e aproveite o FRETE GRÁTIS.

INGRESSOS DAS ATRAÇÕES | Ingressos em reais (R$), sem IOF e em até 6 vezes no cartão.


Jornalista de formação e profissional de marketing com master pela ESPM de São Paulo.Criador e redator no blog Dicas Nova York, coleciona experiências e histórias marcantes não só em Nova York, sua cidade, mas também de leste a oeste dos Estados Unidos.O blog é uma paixão antiga e o espaço é utilizado para compartilhar informações e experiências na cidade, para que todos conheçam a Big Apple de um jeito diferente e descontraído.

Seja o primeiro a comentar