Mapa de Manhattan com pontos turísticos

mapa de manhattan

Assim que iniciar o planejamento da sua viagem, é fundamental que estude o mapa de Manhattan.

Isso é importante porque o distrito, que faz parte da cidade de Nova York, concentra cerca de 95% das atrações turísticas e é onde todo mundo quer conhecer quando viaja pela primeira vez.

Ao verificar o mapa, o recomendado é você entender onde ficam os bairros, os passeios mais visitados e as principais ruas, além de saber como funciona o deslocamento no local.

Assim, poderá montar um bom roteiro e, de quebra, aproveitar melhor os dias.

Leia no blog: onde ficar em Nova York

 


Mapa de Manhattan


Muita gente acha que Manhattan e Nova York são a mesma coisa. Mas, na verdade, essa frenética ilha é um dos cinco boroughs da megalópole – os outros são Brooklyn, Queens, The Bronx e Staten Island.

A observar o mapa de Manhattan, você verá que a região é dividida em três partes:

  • Downtown
  • Midtown
  • Uptown

Todas elas têm atividades econômicas bem desenvolvida, são cheias de restaurantes, hotéis e comércio, e consideradas bastante seguras para os turistas. Só que cada parte tem suas características próprias.

Leia também: comidas típicas de Nova York

 


Downtown (ou Lower Manhattan)


world trade center em nova york

Localizado no sul do mapa de Manhattan, e nessa região onde a cidade começou a ser desenvolvida, a partir dos portos e píeres, no século XVII.

O mais interessante é que muitos lugares mantém a construção antiga e parece que estamos em uma pequena Europa. Influência direta da colonização holandesa na região.

As ruas não são numeradas como no restante do distrito de Manhattan porque foram preservados os nomes originais e as homenagens anteriores ao plano diretor de 1811 realizado na cidade de Nova York.

Destaque para a Stone Street, a primeira rua pavimentada de Nova York que mantém as pedras originais. A rua é famosa pelos bares e restaurantes, onde é possível comer e beber nas mesas porque não é fechada para carros.

 

Downtown é considerada a região mais importante economicamente para o mapa de Manhattan e é onde está localizado o poderoso distrito financeiro de Nova York. 

Muitos turistas aproveitam o passeio para a Estátua da Liberdade, com saídas do Battery Park, para explorar as outras atividades da região no mesmo dia.

O que fazer em Downtown em Nova York:

Leia mais: o que fazer em Downtown Manhattan

 


Midtown Manhattan


times square

Dentro do Mapa de Manhattan a região central é chamada de Midtown, e é onde tudo acontece de verdade, já que concentra os principais hotéis, restaurantes e passeios.

Com a demarcação iniciada na 14th Street e finalizada na 59th Street, Midtown é muito procurada pelos turistas que viajam pela primeira vez a Nova York. É tanta coisa para fazer que muita gente nem sai da região.

 

A ótima localização e a facilidade de conhecer as principais atrações a pé ou de transporte público fazem da região o local ideal para hospedagem.

O que fazer em Midtown em Nova York:

Leia também: hotéis mais reservados em Nova York

 


Uptown Manhattan


central park

Uptown está localizada na parte norte do Mapa de Manhattan e é muito famosa por causa do Central Park e os museus aos arredores.

A região é bastante residencial e tem alguns dos aluguéis mais altos dos Estados Unidos.

Destaques para os bairros do Upper West Side e Upper East Side que são muito procurados por famílias com filhos pela tranquilidade e estrutura com escolas, hospitais e parques.

 

 

Os principais museus de Nova York ficam em Uptown Manhattan, além de excelentes restaurantes de culinária mundial, fora do circuito turístico de Midtown.

As principais atrações de Uptown Manhattan são:

Leia também: principais museus de Nova York

 


Ruas e avenidas de Nova York


mapa de manhattan

Para entender melhor o mapa de Manhattan vou explicar a configuração das ruas e avenidas do distrito.

Manhattan foi mapeada a partir de Downtown (sul) e a maioria de suas ruas é numerada (1, 2, 3… até o 220). Com exceção da área de Lower Manhattan que manteve os nomes originais como Wall Street, Stone Street, e etc.

Cada quarteirão no sentido sul para norte tem aproximadamente 50 metros, e as ruas são predominantemente planas, o que facilita muito a caminhada para conhecer as atrações.

Já as avenidas cortam o distrito de leste para oeste, ou seja, do rio East River (leste) para o Hudson River (oeste).

No total, são 14 grandes avenidas paralelas:

  • 11 avenidas classificadas por números decimais: First Avenue, Second Avenue, Third Avenue e assim por diante.
  • 3 avenidas com nomes: Madison Avenue, Park Avenue e a Lexington Avenue.

onde ficar em manhattan

Cada quarteirão no sentido leste para oeste (e vice-versa) tem aproximadamente 250 metros de distância.

A ilha de Manhattan parece pequena, principalmente pela ilusão causada pelos arranha-céus.

O One World Trade Center (no fim da ilha) e o Empire State Building (na 34th Street), por exemplo, podem ser avistados de vários lugares por serem prédios muito alto e parecem próximos um do outro. Mas não se engane, a distância é muito maior a pé do que visual.

Para evitar longas caminhadas desnecessárias, a dica é utilizar o metrô de Nova York que abrange as principais atrações da cidade e é muito eficiente para os turistas.

Leia também: principais atrações de Nova York

 


Principais pontos turísticos de Manhattan


mapa de manhattan

Manhattan tem centenas de atividades para os turistas, em qualquer época do ano.

A dica é fazer uma roteiro por bairros e regiões para aproveitar mais seu tempo e conhecer o máximo de atrações.

No mapa de Manhattan abaixo tem todas as atrações para identificar a localização:

 

Os principais pontos turísticos de Manhattan são:

Leia também: lugares para conhecer na primeira viagem a Nova York

 


Times Square


times square

A Times Square é parada obrigatória para quem visita Nova York, seja pela primeira ou décima vez.

Frenética, colorida e iluminada, a avenida fica no Theater District (onde estão os principais teatros da Broadway) e recebe mais de 300 mil pessoas por dia. 

Ao passear por lá, inclua uma visita às lojas temáticas, como M&M’s World, Hershey’s, Krispy Kreme e Disney.

A escadaria vermelha e o museu de cera Madame Tussauds são outras atrações imperdíveis.

Leia também: o que fazer na Times Square

 


Central Park


central park

O Central Park é um dos parques urbanos mais famosos do planeta. Enorme, ele ocupa 51 quarteirões da região de Manhattan e é cheio de atividades em todas as estações do ano.

Vale a pena tirar um tempinho para caminhar, curtir a paisagem e conhecer os seus pontos turísticos, por exemplo, Central Park Zoo, Central Park CarouselStrawberry Fields Memorial e Conservatory Garden.

Leia também: o que fazer no Central Park

 


Estátua da Liberdade


Outro símbolo de Nova York é a Estátua da Liberdade. Este icônico monumento, inaugurado em 1886, foi um presente da França para os Estados Unidos e é a atração mais procurada pelos turistas.

Ele fica na Liberty Island, uma pequena ilha a 15 minutos de Manhattan, na divisa entre Nova York e New Jersey. O acesso é realizado somente por meio de barco com saídas do Battery Park, no sul de Manhattan, e é preciso reservar o ingresso com antecedência e horário marcado.

Leia mais: dicas sobre o passeio da Estátua da Liberdade

 


Museu Americano de História Natural 


Museu Americano de História Natural

Localizado no bairro do Upper West Side, ao lado do Central Park, o Museu Americano de História Natural é mais uma atração imperdível da Big Apple que ficou eternizada no filme “Uma Noite no Museu”.

Considerado o maior acervo de História Natural do mundo, o museu conta com a mais vasta coleção de fósseis de dinossauros. São cinco pavilhões e 42 salas para visitar, com exposições permanentes e outras itinerantes.

Os ingressos precisam ser adquiridos com data e horário marcados para evitar filas na entrada.

Clique aqui para informações e comprar o ingresso

Recomendo agendar a visita no horário de abertura. A visita ao museu tem duração média de 3 horas. Aproveite para incluir no roteiro as atrações do lado oeste do Central Park. 

Leia no blog: Museu de História Natural de Nova York

 


The Metropolitan Museum of Art


metropolitan museum of art

O famoso The Metropolitan Museum of Art fica na 5ª avenida, ao lado do Central Park, no bairro do Upper East Side.

Fundado em 1870, ele recebe mais de 6 milhões de visitantes por ano e possui um acervo impressionante, com mais de 2 milhões de obras de diversas regiões do mundo distribuídas nos pavilhões temáticos.

O museu é uma das atrações mais procuradas pelos turistas em Nova York.

Os ingressos são vendidos antecipadamente com data e horário marcados para evitar filas.

Clique aqui para informações e comprar o ingresso

A dica é agendar a visita no horário de abertura, assim terá mais tempo para curtir o museu explorar as outras atrações aos arredores como o Central Park e a Quinta Avenida.

 


Memorial e Museu do 11 de Setembro


world trade center em nova york

Atualmente, o local que abrigava as duas torres do World Trade Center presta uma homenagem emocionante às vítimas do atentado terrorista ocorrido em 11 de setembro de 2001.

No memorial, cuja visitação é gratuita, duas grandes piscinas exibem o nome de todas as vítimas que perderam suas vidas no ataque.

Já o museu, com entrada paga, reúne materiais e exibições multimídia com todos os detalhes sobre o acontecimento que marcou para sempre a humanidade.

O Museu do 11 de Setembro é muito emocionante e com cenas fortes, por isso não é recomendado para crianças.

Clique aqui para informações e ingressos do museu

Recomendo agendar os ingressos com antecedência para garantir o seu horário e evitar as longas filas na atração.

 


The High Line


mapa de manhattan

Manhattan também é lar do The High Line, o parque suspenso construído a partir de uma antiga linha de trem. 

Com 10 metros de altura, o complexo a céu aberto percorre um trajeto de 2,33 km por cima do bairro do Chelsea. É uma verdadeira intervenção urbana, com construções modernas e várias obras de artistas de rua.

A dica é começar o passeio no complexo do Hudson Yards, onde começa o parque suspenso, e seguir a caminhada até o Meatpacking District, para curtir todas as opções gastronômicas do bairro, inclusive o Chelsea Market e a tão disputada Starbucks Reserve.

Leia no blog: parque suspenso High Line

 


Grand Central Terminal


manhattan

O Grand Central Terminal é considerado a maior estação ferroviária do mundo, com 44 plataformas que atendem diversas regiões da costa leste dos Estados Unidos.

O local impressiona pelo design, grandiosidade e riqueza de detalhes na decoração. O terminal tem lojas, uma feirinha gastronômica e uma praça de alimentação no subsolo, além de banheiros públicos que salvam os turistas.

O ponto turístico fica localizado entre o Chrysler Building e o Bryant Park, e a visitação é gratuita. Mas quem quiser explorar mais e conhecer suas histórias e segredos, pode optar por um tour pago com guias locais. 

Clique aqui para informações e reservar o tour

 


CHIP T-MOBILE | INTERNET ILIMITADA

Compre o chip de celular no Brasil com desconto de 10% e chegue nos EUA com internet ilimitada. Utilize o cupom: DICASNOVAYORK
 


Empire State Building


mapa de manhattan

Cartão postal de Nova York, o Empire State Building foi inaugurado em 1931 e já apareceu em mais de 400 filmes.

Diariamente, atrai milhares de visitantes para o seu observatório, com salas interativas e cheias de histórias. O local principal de observação fica no 86º andar, onde dá para ter uma visão 360° da cidade.

A dica é reservar o ingresso com antecedência para agendar a data e o horários de visitação para evitar filas.

Clique aqui para informações e reservar o ingresso

 


Rockefeller Center


pontos turisticos de nova york

O complexo do Rockefeller Center  é um dos centros comerciais mais importantes e movimentados da Big Apple. Na época do Natal, os destaques são a Árvore do Rockefeller Center e a pista de patinação no gelo.

Localizado em Midtown, no centro do mapa de Manhattan, vale a pena programar uma visita ao observatório Top of The Rock, com vista privilegiada de pontos turísticos da cidade, como Central Park e Empire State Building.

Clique aqui para comprar os ingressos do observatório

 


One World Trade Center


world trade center em nova york

No complexo do World Trade Center está localizado o One World Observatory, o prédio mais alto do hemisfério ocidental, com 541 metros de altura ou 1776 pés, o mesmo ano da Independência dos Estados Unidos.

O observatório no prédio mais alto do hemisfério ocidental possibilita uma vista 360º única do sul de Manhattan, Estátua da Liberdade, Brooklyn, New Jersey e arredores. O ponto negativo do observatório é a proteção de vidros que tem muito reflexo e atrapalha um pouco as fotos.

Clique aqui para informações e reservar o ingresso

 


Summit One Vanderbilt


summit

A proposta do Summit One Vanderbilt é ser uma verdadeira imersão cultural nas alturas, e não apenas um simples observatório. E é isso que os visitantes encontram em todas as salas da atração.

São três andares de atividades interativas em um único ingresso. Destaque para o Levitation, um espaço envidraçado para fora do prédio de onde é possível para registrar fotos incríveis do prédio comercial mais alto de Midtown Manhattan.

A dica é reservar os ingressos com antecedência com data e horários marcados, visto que o Summit One Vanderbilt é uma das atrações mais procuradas atualmente e as entradas costumam esgotar se deixar para o mesmo dia.

Clique aqui para informações e reservar o ingresso

 


Touro de Wall Street


roteiro de 7 dias em nova york

Criado pelo artista Arturo di Modica, o Touro de Wall Street (ou Charging Bull) é o símbolo da Bolsa de Valores de Nova York, localizada no extremo sul do Mapa de Manhattan.

A escultura de bronze tem 3,5 toneladas e pode ser visitada gratuitamente.

Mas a dica é ter paciência, porque a fila para tirar fotos é sempre bem grande – tudo isso porque diz a lenda que colocar a mão no chifre, no focinho e nos testículos do touro atrai sorte, prosperidade e riqueza.

Leia no blog: Touro de Wall Street em Nova York

 


Intrepid Sea, Air & Space Museum


o que fazer em nova york

O passeio no Intrepid Sea, Air & Space Museum é muito interessante para quem curte história da aviação e também quem viaja com crianças.

Inaugurado em 1982, reúne aviões, helicópteros e máquinas usadas em missões espaciais e guerras.

Dentre os principais destaques estão o ônibus espacial Enterprise, da NASA, vários aviões históricos, todos expostos no porta-aviões USS Intrepid usado na 2ª Guerra Mundial e na guerra do Vietnã.

Clique aqui para informações e comprar o ingresso

 


Little Island


little island

O parque flutuante de Nova York, o Little Island, fica instalado em cima de uma estrutura de concreto com 132 colunas em forma de tulipas gigantes, às margens do Hudson River. No lado oeste do Mapa de Manhattan.

Projetado pelo mesmo artista que criou o monumento The Vessel, no Hudson Yards, o parque tem uma arquitetura inovadora e diferente de tudo o que há na cidade.

A visita ao local é gratuita, mas nos meses do verão é preciso fazer o agendamento com antecedência no site oficial.

Leia no blog: visita a Little Island em Nova York

 


Manhattan é uma ilha?


new york sightseeing pass

Manhattan é uma ilha, margeada pelos Hudson River e East River.

Com quase 22 km de extensão e 3,7 km de largura, a ilha tem cerca de 1,7 milhão de habitantes.

O distrito é muito movimentado, conhecido como centro do mundo, com muitas pessoas nas ruas, mais de 6 mil restaurantes, 400 hotéis e dezenas de milhares de lojas de marcas populares e de luxo.

Isso sem contar suas dezenas de atrações turísticas gratuitas e pagas para todos os gostos e bolsos.

 


Onde ficar em Manhattan


mapa de manhattan

Encontrar um hotel em Manhattan não é tarefa fácil, e não por falta de opções, mas sim pelos valores das diárias.

A ilha é um dos lugares mais caros para se hospedar em Nova York, mesmo assim é onde 95% dos turistas querem ficar, já que a maioria das atrações está localizada dentro do Mapa de Manhattan.

A minha recomendação é procurar pelo hotel com 6 meses de antecedência ou logo após fechar a passagem aérea. Assim, você evita surpresas, visto que os valores funcionam de acordo com a lei da oferta e da procura.

Nos meses de baixa temporada, entre janeiro e março, os valores de hospedagem são mais acessíveis. De abril até final de dezembro, os valores dos hotéis são mais elevados.

Lista de hotéis para ficar em Manhattan:

 


Guia de Bairros de Nova York


O Dicas Nova York tem um e-book com mais de 200 páginas com todas as informações que você precisa para conhecer melhor a cidade.

No e-book você encontrará:

  • Dicas testadas e aprovadas nos 5 distritos da Big Apple;
  • Panorama geral sobre os principais bairros;
  • Listas do que fazer em Nova York, onde comer e onde ficar;
  • Como utilizar o metrô;
  • Uso do Google Maps na locomoção diária;
  • Cupons de descontos para economizar.

Clique aqui para adquirir o Guia de Bairros de Nova York

Guia de Bairros de Nova York é sempre atualizado e totalmente interativo, para navegação em qualquer celular, tablet ou computador.

 


PLANEJAMENTO DE VIAGEM

GUIA DE BAIRROS: e-book com dicas do que fazer, onde comer e onde ficar

INGRESSOS: atrações de Nova York com valores em reais e 12 vezes

CHIP EUA: compre no Brasil com 10% de desconto. Cupom DICASNOVAYORK

SEGURO VIAGEM: faça uma cotação e contrate o seguro com 15% de desconto.

PASSE DE ATRAÇÕES:  SightSeeing Pass com 20% de desconto. Cupom DICASNOVAYORK 

HOSPEDAGEM: lista dos hotéis mais reservados pelos brasileiros em Nova York.

TRANSFER AEROPORTO: com motorista brasileiro e atendimento personalizado

CONTA EM DÓLAR: abra sua conta na NOMAD e receba $10 após remessa. Cupom DICASNY10

GRUPO DE WHATSAPP: Faça parte do grupo com dicas exclusivas para ajudar na sua viagem


Compartilhe

Fábio Angheben é jornalista e criador do Dicas Nova York. Apaixonado pela Big Apple, estuda muito e conhece em detalhes todas as ruas, histórias dos prédios, atrações e sonha um dia experimentar todos os hambúrgueres da cidade. Vive e respira Nova York todos os dias. Por isso, conta suas experiências no blog com muito carinho e atenção nos detalhes para a todos. Seu olhar ainda é de turista (talvez nunca perca isso) e adora trocar ideia sobre as experiências vividas em Nova York.

Seja o primeiro a comentar