U.S. Open em Nova York: Saiba tudo sobre o Grand Slam de tênis

U.S. Open

Para quem programou viajar para Nova York no final de agosto e começo de setembro tenho uma programação especial: assistir uma partida de tênis do U.S. Open.

O U.S. Open é um torneio de tênis que reúne os melhores jogadores da modalidade para disputa do título americano, um dos principais do circuito mundial da ATP – Associação de Tenistas Profissionais.

Durante as semanas do torneio a cidade de Nova York respira tênis e tudo que envolve o U.S. Open.

Realizado nas quadras de Flushing Meadows–Corona Park no bairro do Queens, os jogos atraem milhares de turistas nas duas semanas que é disputado e é um dos programas mais legais para quem está em Nova York nessa época.

Do lado de fora do complexo, a atmosfera é muito agradável com muitas atividades para os turistas (crianças e adultos) mesmo para aqueles que não vão assistir nenhum jogo.

Para quem quer assistir uma partida, todos os dias tem muitos jogos programados, de diversas modalidades, realizados nas quadras do complexo USTA Billie Jean King National Tennis Center.

A grande final é disputada no lendário Arthur Ashe Stadium, com capacidade para mais de 22 mil espectadores e com ingressos disputadíssimos.

Em 2015, a quadra passou por reforma e foi construída uma cobertura retrátil, que protege o espetáculo nos dias chuvosos, fenômeno muito comum no final do verão americano.

U.S. Open

 


COMO FUNCIONA O U.S. OPEN?


O torneio é composto por centenas de jogos em cinco diferentes modalidades:

– Simples masculino e feminino
– Duplas masculinas, femininas e mistas

Também existem categorias adicionais para seniores, juniores e usuários de cadeira de rodas.

Todas as partidas são eliminatórias, ou seja, quem perder está fora do torneio.

Geralmente, os jogos são distribuídos de dia e de noite, em dois horários: às 11h e às 19h.

U.S. Open

 


QUANDO OCORRE O EVENTO?


Em 2017, o U.S. Open ocorre de 28 de agosto a 10 de setembro.

Existem também os jogos preliminares classificatórios, geralmente disputados por jogadores desconhecidos que buscam as últimas vagas no U.S. Open e entrar na chave principal do torneio.

Esses jogos são gratuitos e ocorrem de 23 a 26 de agosto de 2017, com distribuição de ingressos antecipadas no local.

 


POR QUE ASSISTIR?


Por mais que tênis não seja o seu esporte favorito, no U.S. Open tudo é diferente.

O campeonato, ao lado de Wimbledon e Roland Garros, é um dos mais esperados pelos jogadores e todos querem mostrar seu espaço nas quadras de Nova York, o que deixa tudo mais emocionante.

Outro motivo é a organização. O complexo de Flushing Meadows em Corona Park se prepara para receber os milhares de turistas, com todo conforto e com muitas atrações ao redor do evento, proporcionando uma experiência única para todos os visitantes.

Os jogos tem duração média de 2 a 3 horas e os ingressos para o U.S. Open são muito procurados por moradores, turistas e convidados.

A maior procura é pelas partidas que ocorrem no Arthur Ashe Stadium, que é maior quadra do complexo com seus espantosos 22 mil lugares.

A compra antecipada é totalmente no escuro. Você escolhe apenas o dia, horário e o evento, mas não sabe quais jogadores vão participar, porque o sorteio das chaves é definido apenas dias antes do evento e depois  dos primeiros jogos, com a classificação dos jogadores.

Por exemplo:

Você escolheu os ingressos para: Session 15 – Men’s/Women’s Round of 16 – 11 am.

Esses ingressos garantem sua entrada para os jogos das oitavas de final que começam as 11h da manhã e geralmente terminam às 19h.

O importante é sempre escolher os ingressos dos jogos que acontecem no Arthur Ashe Stadium, onde estão os jogadores mais bem ranqueados e é garantia de um grande espetáculo.

U.S. Open

 


COMO COMPRAR OS INGRESSOS PARA O U.S. OPEN?


A compra do ingresso deve ser antecipada, porque a procura é gigantesca e dificilmente vai encontrar nas bilheterias no dia do evento.

Isso ocorre por causa dos diversos patrocinadores que repassam muitos ingressos para convidados, o que limita a oferta para o grande público.

Recomendo a compra pela Ticketnetwork (site que expliquei minha experiência em post anterior), que é um dos únicos revendedores que oferecem a entrega por meio de e-mail, para imprimir em casa.

Acesse o site da Ticketnetwork e garanta seus ingressos para o U.S. Open.

Dica especial: Utilize o código TNM5 para ter 5% de desconto no valor dos ingressos.

 


Instruções importantes para compra no site da TicketNetwork:


1) Ao clicar no link acima, vai abrir a lista de jogos do time no site da TicketNetwork;
2) Clique em “tickets” quando encontrar o jogo desejado;
3) Antes de qualquer coisa, clique do lado direito em “More Options”, e ative o filtro “Eletronic Delivery” ou “e-tickets”.
4) Com essa opção ativada você não paga frete e recebe os ingressos no e-mail;
5) Navegue pela imagem do estádio e clique na seção desejada para mais informações;
6) Do lado esquerdo você tem todos os assentos disponíveis e os valores;
7) Clique no ingresso desejado e escolha a quantidade dos ingressos;
8) Clique em “Buy” para iniciar o processo de compra;
9) Vá para “Go Secure Checkout” para finalizar sua compra;
10) Insira os seus dados, iguais da fatura do seu cartão de crédito internacional e finalize a compra;
11) Quando receber o e-mail com o voucher, é só imprimir e levar no dia do jogo.


Atenção!

– Os preços no site estão em dólar.

– O Ground Pass é uma modalidade de ingresso que garante a entrada para todos os lugares do complexo Billie Jean King National Tennis Center, com exceção do Arthur Ashe Stadium. É uma opção para assistir jogos preliminares e de jogadores menos badalados.

Se você tem alguma dúvida sobre a TicketNetwork, confira o passo a passo para comprar e como funciona esse mercado nos Estados Unidos.

U.S. Open

 


COMO CHEGAR NO U.S. OPEN


O complexo de Flushing Meadows – Corona Parl está localizado no Queens, que é um pouco distante de Manhattan, mas é muito fácil de chegar, como qualquer lugar em Nova York.

De táxi

De Manhattan, dependendo do trânsito o valor varia de US$ 60 a US$ 80 dólares.

Peça para o taxista levar até o Corona Park que todos conhecem bem.

Vou explicar como faço para chegar de transporte público, pois acho faz parte da experiência de passear e conhecer Nova York.

De metrô de Manhatan

Linha 7 – Roxa – Desça na estação Mets – Wilets Point Station.

O trajeto demora em média 1 hora.

Caminhe por 10 minutos até o complexo Flushing Meadows e logo vai avisar a Arthur Ashe Stadium.

 


DICAS ESPECIAIS


– Compre com antecedência, assim escolherá bons lugares e melhor preço;
– Escolha sempre os ingressos para a Arhur Ashe Stadium;
– Os valores podem variar de US$ 70 ao infinito, dependendo da antecedência da compra;
– Chegue sempre 1 hora antes do evento, para curtir as atrações externas e internas;
– 
No complexo tem opções para alimentação, bem no estilo fast-food;
– Evite mochilas grandes para passar com tranquilidade pela segurança;
– Máquinas fotográficas são permitidas, mas NUNCA tire foto com flash. É regra!
– Em agosto ainda está bem quente e sol em Nova York. Use roupas leves, boné e protetor solar;
– Também chove muito nas semanas do U.S. Open, proteja-se com capa.


Você gosta de tênis? Tem alguma dúvida sobre a compra dos ingressos?

Escreva embaixo nos comentários, que ajudo com informações.

🙂


DICAS PARA PLANEJAR SUA VIAGEM


HOSPEDAGEM | Ainda não reservou o hotel? Confira o guia completo “Onde ficar em Nova York”.

SEGURO VIAGEM | Faça uma cotação e parcele em até 12 vezes no cartão de crédito.

CHIP DE INTERNET | Fique conectado com internet ilimitada e aproveite o FRETE GRÁTIS.

INGRESSOS DAS ATRAÇÕES | Ingressos em reais (R$), sem IOF e em até 6 vezes no cartão.


Comentários do Facebook

Jornalista de formação e profissional de marketing com master pela ESPM de São Paulo. Criador e redator no blog Dicas Nova York, coleciona experiências e histórias marcantes não só em Nova York, sua cidade, mas também de leste a oeste dos Estados Unidos. O blog é uma paixão antiga e o espaço é utilizado para compartilhar informações e experiências na cidade, para que todos conheçam a Big Apple de um jeito diferente e descontraído.

Seja o primeiro a comentar