Sensações: Amanda Saviano – AmandAqui.com

amandaqui

A primeira vez que fui a Nova York tinha 16 anos. E nem sabia onde estava me metendo… não fazia ideia de que a Estátua da Liberdade era lá, de que King Kong já tinha marcado presença e que quem entende a cidade em sua essência, nunca mais a larga. Foi usando o metrô, caminhando e entendendo a lógica da numeração das ruas que me encantei e prometi a mim mesma que voltaria, desta vez para morar.

Pule alguns anos e lá estava eu: suando com uma mala pesada enquanto buscava o número do meu prédio, numa rua abarrotada e com gente mal humorada gritando para eu andar mais rápido. Eu havia chegado. E morar naquele lugar, naquela rua, naquele apartamento, foi uma das experiências mais incríveis da minha singela vida. Nova York me fazia sentir como se – SIM – eu posso ser quem eu quiser, me vestir da forma como quero e viver da maneira como acho correta. Nova York era, ou melhor, é sinônimo de liberdade.

Eu me apeguei à rotina da Big Apple, já me sentia uma membro da cidade, principalmente porque raramente alguém que mora em NY é de NY. Conhecer algum canto diferente todo fim de semana, se deslumbrar com as paisagens no meio de um dia mais ou menos, se surpreender com a vida incrível do seu vizinho… todo dia uma história nova a ser desvendada. Era um sonho. Tive que voltar, retomar a vida brasileira, mas a liberdade que aprendi a aceitar morando lá nunca sairá de mim.

 


Acesse o blog AmandAqui e siga também nas redes sociais.

blog_icon          insta_icon         facebook_icon


Gostou da “Sensação” da Amanda, deixe seu comentário.

🙂

Comentários do Facebook

Acesse o blog AmandAqui e siga suas fotos no Instagram @amandasaviano

Seja o primeiro a comentar