Onde ficar em Nova York: guia com dicas de bairros e hotéis

hotel row nyc

Acabou de fechar a passagem para Nova York? Agora é hora de fazer a pergunta: “Onde ficar em Nova York?” 

Nesses muitos anos de blog, essa é a dúvida que recebo diariamente e posso admitir que essa é uma escolha difícil.

São milhares de hotéis e, sempre, aparecem novidades na cidade que, literalmente, nunca para de crescer. 

Para ajudar nessa saga, juntei todas as dúvidas, dicas e recomendações do blog, para criar um “Guia de Hospedagens em Nova York”.

São vários posts, com os hotéis que conheço pessoalmente e os que tenho como boas referências, para atender todos os perfis de viajantes.

Nesse guia, você também vai encontrar:

– Informações sobre os bairros
– Mapa com localizações dos hotéis

– Valores médios de diárias
– Como calcular as taxas, impostos e cobranças adicionais
– Dicas de como reservar e economizar.

Acredito que assim ficará mais fácil você curtir os seus dias na Big Apple com tranquilidade. 🙂

 


ONDE FICAR EM NOVA YORK


Vamos começar pelo básico!

A cidade de Nova York é dividida em 5 “boroughs”: 

Manhattan | Queens | The Bronx | Brooklyn | Staten Island

Esses “boroughs” possuem características culturais bem específicas e oferecem opções de todos os tipos de hospedagem para turistas.

Espere aí, cadê o Harlem??? O Harlem não é considerado um “borough” de Nova York, e sim, um bairro de Manhattan. 🙂

Nem todos os lugares são excelentes para hospedagem, por isso, vou escrever brevemente as minhas percepções de cada bairro.

Lembrando que não existe hospedagem ruim, existe aquela que não é adequada ao perfil do viajante. E, para cada perfil, existem infinitas possibilidades.  

Vamos lá?

 


GUIA DE HOSPEDAGEM EM NOVA YORK


hotel row nyc

A maioria de quem visita Nova York, opta por hotéis com as mesmas características, ou seja, próximos de atrações turísticas, com custo-benefício e fácil acesso ao metrô. 

Para filtrar as melhores opções de hospedagens, adicionei mais alguns critérios que reúnem as exigências mais comuns:

– Hotéis e hostels;
– Diárias em média de US$ 100 a US$ 300 dólares;
– Hospedagem de 3 a 5 estrelas;
– Avaliação com nota mínima de 7,0 no Booking.com;
– Preferência por localização e próximo ao metrô e as atrações turísticas;
– Exclusão dos boroughs The Bronx, Staten Island e do estado de New Jersey.

Lembrando que o valor da diária varia muito, dependendo da antecedência, e se é alta ou baixa temporada em Nova York.

A partir desses critérios, elaborei 3 guias separados:

– Guia onde se hospedar em Manhattan

– Guia onde se hospedar no Brooklyn

– Guia onde se hospedar no Queens.

Nesses posts, estão separadamente todas minhas sugestões de hotéis, informações sobre o bairro, atrações próximas e muitas outras dicas valiosas.

Se preferir, clique na figura correspondente ao post para saber mais.

 


onde ficar em nova york


onde ficar em nova york


onde ficar em nova york

 


ONDE RESERVAR A HOSPEDAGEM?


Essa é a dúvida muito comum, porque existem centenas de sites e aplicativos que hoje oferecem a reserva de hotéis com os “melhores preços”.

Desde 2008, sou usuário do Booking.com e considero ainda a melhor opção para reservas de quartos , porque nunca tive problemas.

Já usei outros sites, mas sempre dá um friozinho na barriga, quando você reserva um quarto em outro site e chega no balcão do check-in do hotel. 🙂

O site do Booking.com tem a navegação muito fácil, intuitiva e, para mim o mais importante, a recomendação dos outros usuários.

guia de hospedagem

Ler a opinião dos outros viajantes é um fator decisivo para fechar uma reserva ou qualquer outro serviço.

Claro que tem algumas opiniões que são pessoais, como: mau atendimento de um manobrista ou reclamação que café estava amargo (?!). Só que isso relevo, e não são importantes para o que procuro.

Gosto de ler os reviews para saber mais da localização, se o hotel é barulhento ou não, se os quartos tem carpete (sou alérgico), entre outras coisas.

E no Booking.com apenas os usuários que reservaram e utilizaram os serviços são convidados para avaliar as hospedagens, após a experiência.

guia de hospedagem

Eu já fiz vários reviews, uns bons e outros ruins, e todas opiniões foram publicadas na íntegra para ajudar os outros viajantes.

Outra vantagem do Booking.com, na minha opinião, é a possibilidade de pagar antecipado com desconto ou reservar para pagar apenas no hotel.

Alguns hotéis também permitem o cancelamento da reserva, sem nenhum custo, até alguns dias antes da viagem. Excelente para àquela mudança de plano inesperada!

Importante!

– Leia sempre todas as instruções e características dos quartos antes das reserva;
– Não esqueça de verificar todas as taxas adicionais e qualquer outra cobrança não incluída no valor da diária;
– Faça seu cadastro e navegue no site com sua conta. Assim o site mostra valores exclusivos para usuários cadastrados;
– Após a reserva, imprima o voucher para apresentar no balcão de check-in do hotel.

Para mais informações e buscar o seu hotel acesse: www.booking.com

 


IMPOSTOS E TAXAS DE HOSPEDAGEM


As taxas em TODOS os hotéis em Nova York são:

– 14,75% de imposto estadual
– US$ 3,50 de imposto municipal cobrado em cada dia da hospedagem.

As cobranças são calculadas no check-out e não estão incluídas no valor final da diária apresentada na reserva, ou seja, serão lançadas posteriormente no cartão informado.

onde ficar em manhattan

Cobranças adicionais

Muitos hotéis em Nova York não incluem as “taxas de serviço” na diária, e fazem a cobrança a parte o pacote de limpeza, internet wi-fi, academia e outras amenidades, a parte da diária.

Essa cobrança tem o nome de “Resort Fee” ou “Service Fee” e varia entre US$ 10 e US$ 50 dólares, dependendo do hotel e das amenidades oferecidas.

Por isso, consulte no Booking todas as informações e confira se o hotel escolhido tem essa taxa adicional, para incluir no valor final da diária.

Essas taxas e impostos são todos do hotel e não do Booking.com.

 


EXISTE LUGAR PERIGOSO EM NOVA YORK?


Essa é uma pergunta muito frequente no blog!

Existe sim, mas faz muitos anos que Nova York não é considerada uma cidade perigosa, muito menos para o turista.

Quem percebe os problemas diários é só quem mora ou conhece muito bem o dia a dia da cidade.

De janeiro a abril/17, foram registrados apenas 691 crimes na Times Square. E isso, definitivamente, não intitula a região como perigosa.

Em 5 meses, são quase nulos os casos de assassinato, roubo seguido de morte ou algo desse tipo. A verdade é que ninguém é louco suficiente de cometer um crime desses na Times Square e pegar muitos anos de prisão.

O que acontece são pequenos furtos e roubos, comuns em quase todas as cidades turísticas do mundo.

madame tussauds

Importante sempre tomar alguns cuidados básicos, que todo turista esquece:

– Fique atento aos seus pertences;
– Não entregue celular a um estranho para tirar fotos;
– Não deixe carteira ou câmera em cima de mesas ao ar livre;
– Não exponha e conte dólares no meio da rua;
– Não compre nada nas lojinhas de eletrônicos da Times Square e arredores;
– Entre outros cuidados…

Afinal, Nova York é uma cidade muito segura e muito vigiada por câmeras da polícia, e possui o menor índice de criminalidade entre as 10 maiores cidades dos Estados Unidos. 🙂

 


Se a Times Square é perigosa, por que vou me hospedar nessa região?


Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa!

Você pode caminhar tranquilamente nas ruas da Times Square e de Manhattan, a qualquer hora do dia e da noite sem se preocupar com assaltos ou coisas desse tipo.

Fora que a localização privilegiada e as atrações concentradas na Times Square, fazem da região uma das melhores opções de hospedagem para o turista de primeira viagem.

No blog explico tem todas as atrações da Times Square e também dicas para não cair em furadas na região.

 


Pronto! Com todas essas dicas, é só escolher a sua hospedagem:

– Guia onde se hospedar em Manhattan

– Guia onde se hospedar no Brooklyn

– Guia onde se hospedar no Queens.

Acredito que as informações dos guias, ajuda você a encontrar o quarto desejado e aproveitar seus dias em Nova York.

Mesmo assim, se tiver qualquer outra dúvida, deixe seu comentário que respondo todos.

🙂

Comentários do Facebook

Jornalista de formação e profissional de marketing com master pela ESPM de São Paulo. Criador e redator no blog Dicas Nova York, coleciona experiências e histórias marcantes não só em Nova York, sua cidade, mas também de leste a oeste dos Estados Unidos. O blog é uma paixão antiga e o espaço é utilizado para compartilhar informações e experiências na cidade, para que todos conheçam a Big Apple de um jeito diferente e descontraído.

Seja o primeiro a comentar